Os membros da Câmara IV de Julgamento do Tribunal Regional de Ética Médica do CRM-PB apreciaram em reunião ordinária, na última terça-feira (29), nove sindicâncias e um procedimento administrativo. Estiveram presentes os conselheiros Arlindo Monteiro, Fernando Mello, Jânio Rolim, Klécius Fernandes, Walter Azevedo e Wilberto Trigueiro.
Conforme a Corregedoria do CRM-PB, o setor encontra-se com sua pauta de julgamentos de sindicâncias limpa, realizando sessões à medida que são concluídos novos relatórios e procedimentos ainda em apuração.

O corregedor do CRM-PB, Klécius Fernandes, disse que o objetivo da atual gestão é evitar o acúmulo de procedimentos e oferecer segurança jurídica e agilidade nas apurações de supostas infrações éticas no CRM-PB, em respeito à sociedade paraibana, aos médicos e à boa reputação da profissão.

“Estamos dando celeridade às apurações, com respostas efetivas para as questões éticas denunciadas ao conselho, respeitando os prazos previstos no Código de Processo Ético-Profissional”, destacou.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.