3 de fevereiro de 2017

O conselheiro do CRM-PB e membro da Câmara Técnica de Novos Procedimentos do CFM, Marcelo Queiroga, apresentou no dia 26 de janeiro parecer relacionado a Implante de Bioprótese Valvar Pulmonar.  Aprovado por unanimidade como não experimental durante a 1ª Sessão Plenária Ordinária do CFM, o procedimento pode ser praticado no Brasil em conformidade com o protocolo validado pelo órgão. O parecer foi apresentado em conjunto com o conselheiro Mauro Ribeiro e o cardiologista Raul Rossi.

De acordo com Marcelo Queiroga, membro da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBCIH), o novo procedimento consiste no implante de uma prótese valvar por técnica de cateterismo cardíaco. “Agora a cardiologia pediátrica dispõe de um tratamento que pode ser aplicado em enfermos com estreitamento ou insuficiência pulmonar em condutos interpostos entre o ventrículo direito e artéria pulmonar”, destacou. 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.