Este ano, como parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher, o governo brasileiro realizará duas iniciativas pioneiras para conter a disseminação do vírus da aids entre mulheres. Para lidar com o problema, foi elaborado o Plano de Enfrentamento da Feminização da Aids e outras DST, o primeiro da América Latina e Caribe especificamente voltado para a questão. Além desta iniciativa, o governo também lança a Campanha de Prevenção das DST/Aids no PAN. No ano em que o Brasil sedia os Jogos Pan-americanos, a idéia é disseminar mensagens e kits de prevenção durante os jogos. Tanto o Plano, que tem ações previstas até 2010, como a Campanha de Prevenção serão lançados numa cerimônia especial no dia 7 de março, às 10h00, na Cidade do Samba, Rio. Durante o evento, serão homenageadas atletas e paratletas, incluindo jogadoras de vôlei, basquete e futebol, triatletas, corredoras, nadadoras e ginastas brasileiras. Fruto de um trabalho de articulação entre a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Ministério do Esporte, a Área Técnica de Saúde da Mulher e o Programa Nacional de DST/Aids do Ministério da Saúde, o Plano e a Campanha contam com o apoio da Caixa Econômica Federal (CEF), do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), do Comitê Parolímpico Brasileiro, do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Prefeitura do Rio de Janeiro. A presença das atletas e o slogan – Vista-se nos jogos – visam conscientizar a população, especialmente as mulheres, para a importância de uma vida saudável e de uma maior auto-estima para a diminuição das vulnerabilidades associadas à transmissão do vírus da aids e de outras doenças. A Campanha vai até agosto, quando se encerram os jogos. Ambas as iniciativas contam com a parceria e o apoio de várias Agências das Nações Unidas, incluindo o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), o Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). O aumento do número de casos de HIV na população feminina durante a última década foi de 44% entre 1996 e 2005.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.