25 de agosto de 2011

A Paraíba possui, atualmente, 4.464 estabelecimentos de saúde, segundo o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (Cnes) do Ministério da Saúde, representando 1,88% do total do país, deixando a Paraíba em 14º no ranking dos estados com menor número de locais dedicados à saúde no Brasil. O presidente da Associação Paraibana de Hospitais, Francisco José Santiago, informou que a Paraíba oferece menos de dois leitos para cada mil habitantes, quantidade bem abaixo do número mínimo estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de três leitos para cada mil habitantes. Este dado e outras questões sobre a saúde paraibana e brasileira serão discutidas em evento que acontece amanhã, no Hotel Tambaú, com presença do ex-ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

De acordo com Francisco, a oferta de leitos no país também caiu, diminuindo 11% de 2005 a 2010. Na Paraíba, ele afirma que o número de estabelecimentos de saúde é ainda pequeno e que a oferta de leitos é preocupante, principalmente em relação aos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). “O número caiu muito e continua caindo. A população cresceu nesses últimos anos, mas a quantidade de hospitais e estabelecimentos de saúde não, pelo contrário, diminuiu”, afirmou.

O último Censo Demográfico, referente a 2010, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) contabilizou que a Paraíba possui 3.766.528 milhões de pessoas. Segundo o Cnes, existem 10.180 leitos em todo o Estado, sendo 708 para UTIs e Unidades Intermediárias. Para atingir a meta da OMS informada por Francisco, o Estado necessitaria ter 11.300 leitos, calculo feito a partir da divisão do número de habitantes por mil e multiplicado por três.

Fonte: Amanda Carvalho (Correio da Paraíba)

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.