arlindamarques-julho21O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) fiscalizou o Complexo de Pediatria Arlinda Marques, em João Pessoa na última segunda-feira (05). Foi constatado que o hospital dispõe de medicamentos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) em quantidade satisfatória; as escalas médicas estão completas, com cinco pediatras no plantão diurno e quatro no noturno. O CRM também verificou que não há superlotação (taxa de ocupação de 60%), mas faltam alguns itens no consultório médico que, no entanto, não comprometem o atendimento.⠀

O hospital é de média e alta complexidade, referência no atendimento pediátrico na Paraíba. No momento da vistoria, dos 14 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), nove estavam ocupados. Dos 46 leitos de internação, 37 estavam ocupados. A área verde, que funciona como uma retaguarda do Pronto Atendimento, conta com cinco leitos e todos estavam ocupados, com pacientes aguardando decisão clínica.⠀

Com relação à disponibilidade de medicamentos, verificou-se estoque satisfatório inclusive de medicações sedativas/analgésicos, bloqueadores neuromusculares, anticoagulantes e antibióticos em geral. Também foi verificado que a UTI do hospital possui centro cirúrgico e serviço radiológico convencional.⠀

A fiscalização do Hospital Arlinda Marques faz parte de uma série de vistorias proativas realizadas pelo CRM-PB para verificar o funcionamento dos principais equipamentos de saúde do estado. O relatório da fiscalização foi encaminhado à direção técnica do hospital.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.