O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) fiscalizou a Unidade de Pronto Atendimento de Cruz das Armas, em João Pessoa, no dia 12 de julho. No momento da vistoria foi verificado quantidade insuficiente de medicamentos e insumos, além de reagentes para exames laboratoriais.

A equipe de fiscalização também constatou que continua ocorrendo internações na unidade, com pacientes ficando mais de 24 horas nas áreas vermelha e amarela. Como já identificado em fiscalizações anteriores, há dificuldades para transferência de pacientes através da Regulação. No entanto, agora, há mais um complicador: a dificuldade de ambulâncias para o transporte de pacientes, mesmo com a vaga regulada. Conforme apurado pela equipe do CRM-PB há apenas três ambulâncias para atender a demanda de transferências inter-hospitalares no município.

Durante a vistoria, o CRM-PB ainda constatou que há sobrecarga do corpo clínico, devido aos picos na demanda por atendimentos e pelos casos que não conseguem transferência para outros serviços. A permanência prolongada de pacientes na unidade tem sido frequente e, na maioria das vezes, comprometendo o prognóstico, já que a continuidade da assistência necessita de recursos inexistentes no local. O relatório do CRM-PB foi enviado aos gestores para as devidas providências.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.