O índice de mortalidade infantil na Paraíba foi reduzido em 35,10% em apenas três anos. Os dados são do Ministério da Saúde e foi revelado pelo governador Cássio Cunha Lima na segunda-feira (20) na Assembléia Legislativa. Em 2002, a Paraíba registrou 32,3 óbitos por mil nascidos vivos. Esse número caiu para 25,8 óbitos em 2004. Os dados preliminares de 2005 apontam para uma redução ainda maior: para 20,96 óbito para cada mil crianças nascidas vivas. Investimentos do Governo do Estado na área de saúde têm contribuído para a redução desses índices. Como exemplo, o Governo está concluindo os hospitais de Monteiro, Cajazeiras, Picuí, Itabaiana, Itapororoca, Catolé do Rocha, Sumé e Queimadas. Com recursos próprios, o Governo também reformou o antigo PAM de Jaguaribe e a Maternidade Frei Damião; concluiu a Unidade Mista de Mato Grosso; o Hospital Clementino Fraga vai ganhar uma UTI, e o Arlinda Marques vai dobrar sua capacidade de 50 para 100 leitos. Obras de infra-estrutura também são aliados no combate a mortalidade infantil. Até o final do ano, O Governo do Estado dobrará a rede de esgotos da Paraíba de 26% para 52%, através do Programa Boa Nova. “Água tratada e esgotamento sanitário representam, com absoluta certeza, menos mortalidade infantil, mais saúde, mais qualidade de vida e mais condições infra-estruturais para o grande salto de desenvolvimento que desejamos, através do turismo, da atração de novos investimentos privados e de programas sociais de geração de ocupação e de renda”, afirma Cássio. Para ele jamais será ocioso repetir que cada real investido em saneamento básico representará R$ 3 reais a menos nos gastos com saúde. Fonte: http://portal.paraiba.pb.gov.br/

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.