Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
O tempo e sua utilização PDF Imprimir E-mail
Qua, 16 de Janeiro de 2008 22:46

Autor: Aucélio Gusmão (Presidente da UNIMED João Pessoa)


"Antes de os relógios existirem, todos tinham tempo. Hoje todos têm relógios."

Muito já se divagou sobre o tempo e a forma de consumi-lo ou viver. Várias são as visões, de românticas a pragmáticas, impositivas ou morais, monetária, consenso de oportunidade ou tempo perdido.

Comecemos bem de trás, ensina a Bíblia, tempo de plantar, tempo de colher. Para o poeta romano Ovídio, o devorador de todas as coisas. Machado de Assis pensou matamos o tempo, o tempo nos enterra.

Outros trouxeram argumentos bastante inteligentes antes de os relógios existirem, todos tinham tempo. Hoje todos têm relógios. Daí, o homem ter se tornado herdeiro e refém do tempo, coisas do mundo atual, sua competitividade, seu ritmo acelerado imposto ao viver.

Tempo perdido nunca se recupera, equivale a água que passou embaixo da ponte, não volta. Para Caetano Veloso, o tempo não pára, no entanto, ele nunca envelhece.

Cada pessoa – tenham certeza – terá no dia-a-dia que achar seu tempo, mesmo sabendo, que tempo é como oceano, termina sempre na praia. Para encontrá-lo basta disposição para procurá-lo.

A sabedoria popular ensina que tempo é dinheiro. Quem o consome à toa, pode pagar um sério tributo no futuro. O Barão de Itararé discordou formalmente. Detentor de muitas dívidas convocou seus credores, e propôs pagá-los com o tempo. Ninguém aceitou!

Vivam o hoje, porque o ontem já passou e o amanhã talvez nem chegue, Exupéry. Pensem assim, o dia acontecerá quer você queira ou não.

A vida tem a cor que você pinta. O caminho correto não é ter e obter. É ser e tornar-se. Imaginem a frustração de quem não foi nem alcançou, ao olhar para trás e verificar que o tempo foi seu algoz, não existe mais chance para se recuperar.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Regional de Medicina da Paraíba -Todos os direitos reservados
Av. Dom Pedro II, 1335 – Centro.  João Pessoa - PB | CEP. 58013-420 | Fone: (83) 2108-7200 | E-mail: crmpb@crmpb.org.br